RIMA-APERFEIÇOAMENTO Voltar para o HotSite! Curta a página da Rima no Facebook! Inscreva-se no canal da Rima no YouTube! Entre em contato por e-mail! Entre em contato pelo WhatsApp! Voltar para o Portal! Informações das Academias de Música! História da Rima! Os cursos das Academias de Música! A equipe da Rima! Fotos e vídeos! Calendário do ano letivo!
Principal/HotSite da Rima | Voltar para a página anterior

UM NOVO HISTÓRICO DOS 27 ANOS DAS ACADEMIAS DE MÚSICA RIMA-APERFEIÇOAMENTO ESTÁ SENDO PREPARADO PARA SER PUBLICADO EM DEZEMBRO DE 2016.

Este histórico foi montado com trechos do trabalho monográfico sob o título:
“Academias de Música  Rima-Aperfeiçoamento - Pura musicalidade”
Curso de História da FACOS Disciplina: Introdução ao Estudo da História - Professora Dália
Trabalho apresentado pelo aluno Marcelo Ribeiro no 1° semestre de 2001.

...Em 15 de maio de 1989 foi inaugurada em Osório a Academia de Música Rima-Aperfeiçoamento. Esta já existia em Porto Alegre e também trabalhava com produções e edições musicais.
Um registro curioso e importante: A 1ª inscrição feita na Rima foi do Dr. Guido Muri (Escritor e Historiador Osoriense) que tão logo soube da vinda da Rima para Osório, vislumbrou a importância cultural de uma verdadeira escola de música para o município. 
Cursou nela as aulas de teoria musical e harmonia.  
Voltada inteiramente para a cultura, a Central Rima de Produções dividia suas atividades em vários ramos.  Assim tínhamos a Rimadiscos, Rima Produções, Rima Divulgação, Rima Edições Lítero-Musicais e a Rima-Aperfeiçoamento, sendo esta última o foco de nosso trabalho.
Sua didática atualizada e seu trabalho dinâmico inovaram totalmente o conceito de ensino no município de Osório.
Em um ano de existência a escola já contava com sessenta alunos e havia montado em Osório os shows de Márcio Pinho, Dante Ramon Ledesma, Fátima Gimenez e um recital de música erudita com Eládio de Souza, Fernando L. Pereira e Darci Alvarez, além de promover grupos locais.
Em 1991, a Rima iniciou suas aulas de teatro. Nessa ocasião transferiu-se para a Avenida Getulio Vargas, no Solar das Artes. Nessas instalações, Paulo de Campos homenageou alguns de seus colegas músicos (entre eles Airton Pimentel e Kleiton Ramil) conferindo seus nomes às salas da Escola.
Um ano depois as aulas de Teatro findaram devido à mudança de endereço para a Galeria Real, salas 218 e 212.
Em 94, já em novo endereço (Firmiano Osório, 917), próxima de completar 5 anos de existência em Osório, a Rima já contava com um novo quadro de professores de alta qualidade, dentre eles destaque  para os bateristas Kiko Freitas e Dado Guedes.
Nessa época a instituição tinha, em Osório, uma média de 120 alunos e cerca de mil já haviam passado pela Rima.
1996 foi outro ano marcante para a Rima. Nesse ano, Paulo de Campos cria o “Grupo de Teclas & Cordas da Rima”, composto por alunos e monitores da escola. Com um repertório que vai desde a música erudita, passando pela MPB e música nativista, chegando até o jazz. O grupo apresenta shows e recitais por todo o litoral norte do Estado e participa de programas de televisão como o  Radar, da TV Educativa de Porto Alegre.
Vale lembrar também que o aluno e monitor de violão da Rima, Mário Tressoldi, obteve no mesmo ano o 1° lugar nos exames Específicos do Vestibular do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Atualmente, Mário Tressoldi  é professor da Rima e um músico de destaque no Estado.
No final de 1996 foram implantadas na Rima  aulas  de Ballet e Jazz, com a professora Cristina Muniz, formada pelas Escola de Danças Lenita Ruschel (Porto Alegre) e Royal Academy of Dancing (Espanha).
Em 1997 a Escola já contava com alunos de Yoga e Espanhol. No ano de 1998, quatro alunas de Ballet do curso ministrado pela professora Karem Tietbhol, prestaram prova junto a professores do Royal Ballet Academy de Londres.
Nessa época, com 9 anos de atividade em Osório a Rima já era uma das cinco principais  escolas de ensino musical no Estado e apresentava um histórico de mais de 1500 alunos.
Entre os que haviam passado pela escola, muitos se tornaram músicos destacados, como: Rodrigo Munari (Os Serranos), Carlos Miguel de Primo (Os Posteiros), Libório, Cássio Ricardo, Renato Júnior, Diego Saraiva e Mário  Tressoldi, entre muitos outros.
Ainda em 98 a instituição transfere-se para a Galeria Real, sala 215, e devido ao espaço limitado ficou impossível dar continuidade às aulas de Ballet, Jazz, Yoga e Espanhol. Nesse endereço a Rima ficou por 1 ano   quando então se mudou para a sala 106 da mesma galeria, onde se mantém até hoje.
Desde 1997 a Rima-Aperfeiçoamento vem sendo destacada, anualmente, nas pesquisas de opinião pública como a melhor escola de ensino musical do Litoral Norte, com esmagadora média de 92,6% da preferência do público.
A Rima comemorou seu 11° aniversário em maio de 2000, numa confraternização promovida pelo jornal Revisão, no Restaurante Trilha das Pedras  (Osório). Na ocasião Paulo de Campos reuniu alunos, amigos e professores da Rima. Estavam presentes os músicos Kleiton e Kledir, parceiros em composições e amigos de Paulo. O encontro serviu como um “Workshop” em que a dupla comentou sobre sua trajetória artística, suas vitórias e dificuldades. Paulo de Campos lhes forneceu material sobre a cultura Maçambique do Litoral Norte do Estado.
Atualmente a Academia de Música Rima-Aperfeiçoamento conta com a passagem de mais de dois mil alunos pela instituição e se mantém como uma das maiores escolas do gênero no Estado, graças ao trabalho de Paulo de Campos e uma equipe excelente.


Principal/HotSite da Rima
| Voltar para a página anterior
Site das Academias de Música Rima-Aperfeiçoamento - © Copyright 2016 - Todos os direitos reservados - RIMA EDIÇÕES LÍTEROMUSICAIS